05 janeiro 2011

PERSEVERANÇA NA ORAÇÃO

Certo garimpeiro passou vários anos cavando em seu garimpo e não conseguiu encontrar ouro. Desanimado, vendeu o garimpo para uma empresa. Poucos dias depois a empresa descobriu ouro. Era só questão de cavar mais um pouco. Faltou perseverança.
A perseverança é o fator mais importante para o sucesso de alguém. Claro que talento, oportunidades, incentivo de familiares e amigos contribuem, mas nada disso produz o efeito desejado se não houver perseverança.
O mesmo pode ser dito na vida com Deus, especialmente nas orações. Deus valoriza e deseja nossa perseverança nas orações. No Novo Testamento há quatro grupos de palavras para perseverança. Eram termos militares que serviam como metáforas para as batalhas da vida. Indicavam aquela virtude de ficar firme diante das dificuldades da vida. Um destes grupos é composto de três termos, dois verbos e um substantivo. O verbo original vem da palavra “força” e significa “ficar forte”, “suportar com força, firmeza e coragem uma situação”. O verbo derivado acrescenta uma preposição que indica um elemento de tempo, dando a idéia de “persistir com força”, “perseverar em ser firme e forte”. O substantivo aponta para a qualidade da perseverança. (Na língua grega do NT estes termos são Kartereo; proskartereo, proskarterhesis).
Quando aplicados a coisas estes termos falavam da ocupação pronta, diligente, forte, firme e disciplinada com algo. Quando usados para pessoas significavam a atenção constante, ou a fidelidade perseverante de alguém para outra pessoa (At 8.13; 10.7). Estes termos aparecem doze vezes no NT, sendo que sete vezes fala diretamente da consagração ou perseverança na oração. Somos exortados a perseverar, a ocupar-se de forma diligente, forte, firme à oração.
Os primeiros discípulos reconheceram o valor de se apegar com firmeza e persistência à oração. Em Atos 1.14 lemos que eles esperavam a descida do Espírito Santo perseverando na oração. O Senhor Jesus já havia dito que enviaria o Espírito Santo, mas mesmo assim era necessário esperar este cumprimento com oração perseverante. A perseverança na oração é necessária para esperamos o cumprimento das promessas de Deus. É a oração que nos ajuda a permanecer firmes e fortes enquanto aguardamos.
A perseverança na oração se tornou uma característica da Igreja. Quando nos é descrito como era a vida daquela igreja nos é dito que ela perseverava na oração: E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.(Atos 2.42). Foi desta perseverança que a Igreja tirou forças para resistir aos obstáculos e continuar crescendo.
Os apóstolos não estavam dispostos a deixar de lado esta perseverança. Eles afirmam enfaticamente que a igreja deveria escolher pessoas para ajuda-los nas outras tarefas, porque eles se devotariam à oração e ao serviço da Palavra (Atos 6.4). Somos tentados a nos devotarmos ao que é urgente e público, àquilo que é visto e cobrado pelas pessoas. Muitas deves deixamos de orar para atender às pressões e pedidos urgentes. Mas Deus nos chama para priorizarmos a oração. Não podemos nos deixar levar pelas pressões e esquecermos de orar.

Por três vezes o apóstolo Paulo nos exorta a perseverarmos na oração:
Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração; (Romanos 12.12)
Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos (Efésios 6.18)
Perseverai em oração, velando nela com ação de graças;(Colossences 4.2)
Isto nos mostra o quanto esta perseverança é importante.
Esta perseverança só pode ser alimentada pela fé que vê o invisível, que não se deixa esmorecer pelas ameaças visíveis. Tal qual a fé que fez Moisés perseverar firme diante da ira do Faraó, porque ele estava contemplando a promessa de Deus (Hebreus 11.27). Certo estudioso disse que a Oração não é apenas um exercício piedoso. É uma obra séria. É arte da batalha, da nossa guerra espiritual. Numa guerra precisamos de perseverança para vencer. Assim na oração. Deus valoriza e deseja nossa perseverança nas orações.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- Ofensas pessoais, ameaças e xingamentos não são permitidos;


OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.