28 janeiro 2010

Meu desprezo

A programação da TV brasileira chegou ao nível mais baixo que poderia chegar.


Os programas de humor não me fazem rir - e olha sou um cara que ri de (quase) tudo -, os jornais deixaram de ser informativos para serem totalmente tendenciosos e apelativos, as malditas novelas só sabem banalizar o adultério, a mentira e tratar de temas do cotidiano da maneira mais inútil possível. Além disso ainda tem a porcaria do BBB, que não serve pra nada.




Até mesmo os programas que surgiram recentemente com a promessa de revolucionar o gênero, começaram a perder um pouco o foco, apesar de ainda constituírem a "resistência" do que há de bom nesta TVzinha desprezível e horrorosa.




Mas o que mais me irrita na telinha é a corja formada por missionários, apóstolos, pastores e caloteiros de plantão que, ao invés de utilizarem o espaço que têm para manifestar o amor de Deus e apregoar a Palavra do Senhor, preferem vender um falso cristo, disseminar falsas doutrinas, manifestar sua ganância em rede nacional, sem pudor, sem respeito e sem o mínimo de vergonha na cara.




Não aguento mais ligar a TV e dar de cara com estes pilantras pedindo o "trízimo", vendendo "rede ungida", "camisa ungida", "lubrificante ungido" (é isso meeeesmo!!! KY ungido!!!), e mais um monte de porcaria que, segundo eles, passou por uma espécie de "reciclagem espiritual" e agora servem como amuletos poderosos.




Enfim, diante da minha insatisfação e do meu desprezo à TV brasileira, quero recomendar a todos a solução que encontrei para meu tédio: desliguem a TV, resistam à tentação de ligar o PC e leiam um bom livro, de preferência, a Bíblia.




Alguém topa?

Fonte: T- 7